Carregando...
JusBrasil - Notícias
22 de dezembro de 2014

Vigilantes poderão ter direito a porte de arma fora do expediente

Publicado por Câmara dos Deputados (extraído pelo JusBrasil) - 5 anos atrás

LEIAM 4 NÃO LEIAM

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4340 /08, do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que isenta os vigilantes que comprarem arma para uso particular do pagamento da taxa de porte. A proposta acrescenta a medida ao Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826 /03), que determina que as armas utilizadas por esses profissionais são de propriedade, responsabilidade e guarda das empresas onde trabalham. Atualmente, de acordo com o estatuto, essas armas só podem ser utilizadas em serviço.

A isenção, segundo o projeto, valerá para os vigilantes das empresas de segurança privada e de transporte de valores que comprovarem que já utilizam arma de fogo em serviço.

O estatuto, em sua redação atual, não isenta os vigilantes do pagamento de nenhuma taxa. De acordo com as regras vigentes, são isentos os integrantes das Forças Armadas, das polícias e dos copos de bombeiros militares, entre outras categorias.

Onyx Lorenzoni argumenta que os vigilantes possuem treinamento e, portanto, capacidade para portar arma. "Apesar disso, retornam a seus lares sem o instrumento que lhes garante a segurança necessária", afirma.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

67 Comentários

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)
Junior Amorim
1 voto

Eu gostei mais tem que ser sincerio,alguns vigilantes não tem capacidade psicológica de porta uma arma de fogo....Eu colheço uns!!!

1 ano atrás Responder Reportar
Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;) Cancelar
Alex Ferraz

Companheiro compreendo totalmente sua opinião e se alguns guerreiros não a capacidade psicológica de portar uma arma de fogo, este profissional precisa de ajuda e até em casos mais graves não podem estar exercendo a atividade de segurança privada.

Denilson de França

Lógico que apoio sim, o vigilante era pra ter porte de arma dentro e fora do serviço, nos passamos nos testes passamos por todas as exigências da PF, e por causa de incompetência de alguns vigilantes que brincam com as armas que usa e fazem merda, vou perder meu direito de porta armas fora do serviço, e outra quem mata não e a arma e sim a pessoa que faz o uso da mesma, e vale salientar que mal profissional existem em todas as funções.

Waldir Lucio
1 voto

vamos companheiros apoiar este deputado nesta luta pois somos dignos sim de não só portar em serviço mas particular também pois proteger ou outro e nosso compromisso nais proteger as nossas vidas e essencial

2 meses atrás Responder Reportar
Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;) Cancelar
Cludemir Oliveira
1 voto

Sou Vigilante Tático a mais de 10 anos,antes podíamos andar armados quando em serviço,agora nem isso,depois do estatuto do desarmamento as empresas não pode liberar armas para os Vigilantes Táticos,só coletes balísticos,muitas vezes temos que fazer vistorias em fabricas,barracões,lojas arrobadas,residencias,onde podemos a qualquer momento nos deparar com bandidos nesses lugares de tocaia para nos atacar,e os bandidos nunca andam desarmados,onde viramos alvos fáceis.
Com a liberação do porte de arma,mesmo que a empresa não nos forneça armas,podemos comprar nossas próprias armas para trabalhar e ter uma segurança a mais,e poder garantir a nossa volta em segurança para nossa família e nossos filhos.

1 mês atrás Responder Reportar
Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;) Cancelar
Alex Sandro Alves Sandro
1 voto

sou vigilante municipal, e para honra, trabalho e honestidade da empresa que trabalho não conheço o que venha a ser uma arma de fogo chamada de 38 ou uma espingarda calibre 12, se um dia minha empresa me dar ou o 38 ou a espingarda calibre 12 na hora vou pensar que é bala de chupar aquelas que vem no pacotão BRASILLLLLLLLLLL. que vergonha da minha empresa meu DEUS. OS DIREITOS SÃO PRA TODOS MENOS PRA ME E MEUS COLEGAS. meu trabalho é a noite. um abraçoooooooooooo.

1 mês atrás Responder Reportar
Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;) Cancelar
Juel Cevirino de Lara

os vigilantes devem ter o porte de arma, mas depois de passarem por todos os testes exigidos pela policia federal.

1 ano atrás Responder Reportar
Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;) Cancelar
Alex Ferraz

Testes já passamos companheiro se não, não estaríamos trabalhando com armamento de fogo. Somos vigilantes só por conta de um fardamento ou por nossa capacidade. Respeito seu ponto de vista.

Heverson Luan Brito Arnaldo

O Juel Cevirino de lara se vc nao sabe cara o tanto de Testes que um vigilante passa vc nao estaria falando isso!!!

Daniel da Costa

Amigo,os vigilantes ja possuem toda a qualificaçao exigida por lei ao passar por um curso com duraçao de 45 dias com conteudo voltado a segurança publico/privada alem de reciclagem de 6 dias a cada 2 anos.alem disso existem + de 40 cursos de especilizaçao e extensao que na sua maioria sao os mesmos cursos feitos por policiais as vezes so muda o nome do curso por exemplo:segurança de dignitario e para policiais para vigilantes se chama segurança pessoal privado e tiro policial se chama tiro praticoetc.

R Fonseca

cara os testes que fazemos são testes estabelecido pela policia federal que nos garante a exercer a função de vigilante portando arma de fogo em serviço! não entendo de qual teste vc ta falando meu velho.

Wilson Rocha Ribeiro

mais, ainda meu amigo..vc ta mau informado ne

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://cd.jusbrasil.com.br/noticias/639805/vigilantes-poderao-ter-direito-a-porte-de-arma-fora-do-expediente